Sexta, 08 de setembro de 2017, 08h54
Tamanho do texto A- A+


Judiciário / compartilhar experiências

MPs desenvolvem projeto para aproximar instituições

Segundo a secretária, duas equipes, sendo uma do MP de MT e a outra de MS, farão visitas recíprocas para conhecer in loco os projetos desenvolvidos e selecionar sete iniciativas que deverão ser implementadas em cada Estado

Com o objetivo de promover a integração e o compartilhamento de experiências e boas práticas nas diversas áreas de atuação, os Ministérios Públicos dos Estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul criaram o projeto “MP sem Divisa”.

 

A proposta é aproximar as duas instituições para possibilitar o intercâmbio de informações e o compartilhamento de iniciativas de sucesso, reduzindo custos e riscos de implementação.

 

De acordo com a secretária-geral de Administração do Ministério Público de Mato Grosso, promotora de Justiça Anne Karine Louzich Hugueney Wiegert, o projeto está alinhado ao Planejamento Estratégico do Ministério Público Brasileiro que busca fortalecer a atuação integrada do Ministério Público, construir práticas uniformes e fomentar a integração de banco de dados.

 

Segundo a secretária, duas equipes, sendo uma do MP de MT e a outra de MS, farão visitas recíprocas para conhecer in loco os projetos desenvolvidos e selecionar sete iniciativas que deverão ser implementadas em cada Estado.

 

Após a seleção, serão realizados dois eventos, um em Cuiabá e o outro em Campo Grande, para que os idealizadores dos projetos realizados em cada Estado façam a apresentação de suas iniciativas aos demais integrantes da instituição.

 

Atualmente, o Ministério Público do Estado de Mato Grosso possui 65 iniciativas cadastradas no banco de projetos do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Este ano, a instituição recebeu quatro premiações em nível nacional em reconhecimento ao trabalho desenvolvido nas áreas do meio ambiente, educação e trabalho.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2013 - Todos os direitos reservados