Terça, 12 de setembro de 2017, 15h07
Tamanho do texto A- A+


Geral / educação

Horta do projeto ETA traz resultados em merenda

O projeto ‘Escola em Tempo Ampliado (ETA)’ será implantado de forma gradual em 22 escolas da rede pública municipal nos próximos anos, sendo duas delas, escolas do campo

Alface americana, rúcula, cebolinha e hortelã, coentro, essas hortaliças foram cultivadas pelos alunos do Projeto Escola em Tempo Ampliado.

 

Nesta manhã (12), a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos, recebeu das mãos da diretora da Escola Municipal de Educação Básica (EMEB), ‘Professora Euraides de Paula’, uma cesta de hortaliças produzidas na própria escola, que conta com uma horta que oferta boa parte dos itens que compõe diariamente a merenda escolar.

 

Como explicou a diretora da escola, Eva Izabel da Costa, a horta faz parte das atividades promovidas pelo projeto Escola em Tempo Integral (ETA), que passou a ser ofertado nesse ano na unidade, que é a primeira escola do campo a integrar o ETA.

 

“Nossos alunos são os responsáveis pela condução da horta, eles aprendem os conceitos básicos de manejo e os colocam em prática nas aulas extras do ETA. Como estamos inseridos em uma comunidade rural, estamos com o ETA resgatando tradição, cultura e história do Limpo Grande. Cada hortaliça dessas está sendo cuidada por alunos e nossa horta só se expande”. O pimentão será o próximo cultivo dos alunos.

 

A prefeita disse que os produtos apresentados nessa manhã mostram o quanto o projeto Escola em Tempo Integrado ETA) está melhorando a qualidade de ensino, principalmente por meio da adição de novas práticas pedagógicas.

 

“Fico feliz em receber esse presente, pois ele simboliza tudo de bom que cada uma das nossas oito unidades de Tempo Ampliando estão literalmente colhendo, seja com a produção própria de parte dos alimentos, por meio da conquista de prêmios em fanfarras, resgate da cultura. Tudo isso converge para nosso objetivo principal, que é o de melhorar a qualidade da educação, via o indicador do ensino, o IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica)”.

 

A prefeita disse ainda que o resultado do ETA tem como primeiro reflexo o comportamento dentro de sala de aula e junto à família. “Sabemos que a base da educação das crianças é o lar, mas cabe a escola ser o segundo apoio e segundo referencial. E tudo isso estamos fazendo com o ETA”.

 

A diretora referenciou que o comportamento dos alunos foi o primeiro impacto positivo do ETA. “Do começo do ano até agora já sentimos a diferença, para melhor. Nossos alunos estão mais motivados, interados com a sala de aula e o principal, participativos e isso tudo vai refletir nas notas. Não temos dúvidas disso”.

 

A escola ‘Professora Euraide de Paula’, possui 50 alunos e todos eles participam do ETA que reúne atividades extraclasses como oficinas de reforço escolar e de desenvolvimento cognitivo, como letramento, raciocínio lógico, dança, artesanato, esportes e horta.

 

O projeto ‘Escola em Tempo Ampliado (ETA)’ será implantado de forma gradual em 22 escolas da rede pública municipal nos próximos anos, sendo duas delas, escolas do campo.

 

O projeto Escola em Tempo Ampliado tem como objetivo contribuir para a melhoria da qualidade de educação e do rendimento escolar, oferecendo espaço de convivência para ações afirmativas que reduzam a vulnerabilidade social de crianças e adolescentes de Várzea Grande.

 

O projeto oferta aos estudantes, atividades que os mantêm o dia inteiro na escola. Pela manhã seguem a grade curricular normal de acordo com a série que frequentam e à tarde têm ocupação e atividades na escola, aprimorando seu próprio aprendizado. Os estudantes incluídos têm almoço na escola e oficinas extraclasses, com aulas de reforço em letramento, raciocínio lógico, esporte, dança, informática e horta.

 



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2013 - Todos os direitos reservados